21 noviembre 2010

Situações multilinguisticas

Ontem passei o dia completo fora da morada. Fui para jantar na apartamento dum investigador brasileiro com outros companheiros da Faculdade. Havia uma grande cantidade e muito boa comida que fiziera uma rapariga brasileria, a namorada e companheira deste investigador. Esteve todo muito delicioso. Ali falou-se em português brasilerio -o qual é mais facil de compreender que o português daqui-, em português, em espanhol, em portuñol, em inglês, em francês e também algumas palavras em rumano e em finlandês, pois há um belga que fala muitas linguas e gosta muito do andaluz e do murciano. Eu gosto muito destas situações multilinguisticas.

Pela noite fui ao aniversário dum amigo, num restorante que chama-se Restô Chapitol, perto do Miradour de Santa Luzia. Eu pedi ao azar e o meu prato estava muito, muito bom (bacalo com presunto, tomate, cebola e algumas especiarias, e de postre tarta de chocolate). Depois pedi uma meia de leite (que aquí é o nome do café com leite). Pela noite também falou-se italiano.

O único inconveniente é que não pode fumar em bares, mas há uma ventagem: a roupa não cheira a tabaco.

E hoje vou ficar na morada para descansar, e já amanhá começo trabalhar.



(Fotos da Faculdade de Letras. O sol em Lisboa é muito luminoso: deixa-lo tudo em branco, como se houvera um filtro no céu.)

2 comentarios:

Arenas dijo...

Vamos a tener que aprender también portugués para poder contestarte, porque leerte se lee bien :-)
¡Eres un crack multilingüístico!
Besos.

Ed. Expunctor dijo...

Pois sim, tenho uma multilíngua aceitável, mas falar o Português é outra história, e mais história é compreenderlo, embora mais ou menos e pouco a pouco vou apanhando a língua dos Português. Hoje, e por um momento, uma empregada creu que eu era Português!, mas só disse: "uma meia de leite, mas em copo de plastico se pode ser, por favor" XDDD.